Insira seu e-mail para receber informações, notícias e muito mais

RECADASTRAMENTO DE E-MAIL

Para que você fique sempre por dentro das ações e informativos da OAB Guarapuava estamos realizando o recadastramento dos e-mails de advogados e advogadas da nossa Subseção.

Os dados pedidos no formulário abaixo são para controle interno exclusivo da OAB Guarapuava, não eximindo os advogados de manterem atualizados os seus cadastros individuais junto à Seccional do Paraná.

Noticias


OAB inaugura três novos parlatórios na Cadeia Pública de Guarapuava

07/abr/2015

IMG_2291

A Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil em Guarapuava inaugurou três novos parlatórios na Cadeia Pública da região central do Estado que fica na 14ª Sub Divisão Policial. O ato reuniu a direção da unidade penal e o presidente da Seccional da OAB no Paraná, doutor Juliano Breda nesta terça-feira (31). A reforma dos parlatórios que contam com telefones, computadores e salas confortáveis para o trabalho dos advogados foi custeada com recursos da subseção guarapuavana. Os investimentos em um dos locais com maior superlotação do Estado também é fruto de uma parceria com a chefia da carceragem local.

 

Segundo o presidente da Subseção de Guarapuava, Marcos Carvalho, a medida beneficia tanto os advogados como também os detentos que receberão um atendimento melhor. “Com a inauguração destes parlatórios, a OAB Guarapuava está realizando mais uma ação para garantir as prerrogativas da classe advocatícia e melhorar o atendimento no Sistema Prisional. A iniciativa é fruto de uma parceria com a chefia da carceragem e dos próprios detentos que auxiliaram na obra. Cerca de 40 profissionais do direito passam diariamente pela cadeia e esperam, em alguns casos, horas para terem acesso aos presos”, argumentou Carvalho.

Advogado na área criminal, o presidente da Seccional da OAB no Paraná, doutor Juliano Breda visitou as instalações dos novos parlatórios e conversou com detentos nas alas masculina e feminina da Cadeia Pública. “É uma obra importante, pois sei que este é um dos momentos de maior fragilidade do exercício profissional da advocacia, que é atender um cliente com a privação da liberdade. Esse é um grande exemplo que fica e o papel da Ordem é esse, é aproximar os setores públicos com os advogados que militam para a construção de uma justiça com respeito e um atendimento digno a todos”, disse o presidente.

Altemir Antônio Nascimento, diretor da Cadeia Pública de Guarapuava afirmou que a busca de parcerias é fundamental diante dos problemas enfrentados no dia a dia. “Todo o material, a estrutura e a mão de obra com presos que estão em remissão de pena com os valores depositados pela OAB, é claro que isso vem a somar, além da parceria e do atendimento ao preso que estava totalmente deficitário com um parlatório apenas. Hoje três advogados podem atender o seu cliente ao mesmo tempo. Nós queremos melhorar e tornar tanto o nosso trabalho, como do próprio advogado”, disse. Com capacidade para 144, a Cadeia possui hoje mais de 300 detentos.

IMG_2286

 

IMG_2273

IMG_2280

IMG_2296IMG_2304

 

 

IMG_2301